Capítulo 1 – Esboçando a lista de casamento

Este sem dúvida é um dos primeiros passos da organização de um casamento. Assim que decidem se casar, os noivinhos correm para a frente de seus computadores e começam a listar seus amigos da escola, faculdade, trabalho, seus familiares, vizinhos, e pronto! Simples, não?! Não! Porque é bem provável que o problema já comece neste exato momento: quando a lista do noivo e da noiva se encontram e um número do tamanho do Everest aparece na somatória do Excel.

É muito provável que o orçamento disponível para a sua festa seja menor do que o necessário para chamar todos os amigos e familiares da lista. Gosto de comparar o valor final da lista ao Everest pois daqui para frente, será mais fácil alcançar o pico do Everest do que baixar este número!

Diante de um número impossível de ser custeado, começam as discussões e os questionamentos: “ Porque tenho que tirar a Mariazinha da lista, se você vai chamar o Joãozinho?”, “ Em 10 anos de relacionamento nunca ouvi falar da Fulaninha!”, “Porque você pode ter 50 convidados a mais do que eu?”. E isso é só o começo, pois o capítulo 2 ainda vem por aí, jogando mais fogo no problema.

Capítulo 2 – Quando os pais tem acesso a lista de casamento

Bom, se você já tinha um problema, ele ficará ainda maior neste momento. Não há pai neste mundo que não fique feliz em se casar seus filhos. Nós ainda não temos ideia dos sacrifícios que são feitos ao longo da vida, das noites sem dormir, das ansiedades e de todo o amor que envolve a criação de um filho. Ter a chance de os ver seguindo a sua vida e formando a sua própria família, deve ser uma emoção e tanto! E deve ser compartilhada.

Assim como os noivos, os pais querem que todos estejam presentes neste grande dia, e é aí que você percebe, que a lista de “familiares” de vocês não está englobando nem 50% da lista de “familiares” dos seus pais!!! É CLARO, que você esqueceu todos aqueles tios afastados, que você não vê a milênios, e que são FUNDAMENTAIS no seu casamento.

Quando vocês se dão conta, a lista está MUITO maior. E os seus problemas também. E este é o segundo round da briga da lista de casamento, que te leva diretamente ao capítulo 3 do nosso drama.

Capítulo 3 – O momento do desânimo

Depois de tanta conversa e queda de braço, é provável que vocês estejam desanimados e queiram desistir de fazer uma festa de casamento. Sinceramente, fazer uma festa de casamento é MUITO caro para a maioria de nós, mas vale a pena SIM e algumas (ou muitas…rss) pessoas a mais na lista não podem fazer com que vocês desistam dos seus sonhos. A primeira coisa que ambos devem entender é que, desistir de fazer uma festa de casamento porque você não pode chamar aquele amigo de infância que já não tem tanto contato com você, ou aquela tia que ainda acha que você tem 10 anos NUNCA será a melhor opção. Posso apostar que eles não pensariam duas vezes antes de te cortar da lista deles.

Dito isto, é fundamental que você e seu noivo se acalmem, esfriem a cabeça e abram o coração em prol do dia mais especial da vida de vocês.

Capítulo 4 – Chegando em um acordo (ou tentando)

Vamos encarar os fatos de cabeça erguida! O sonho da festa pode até ser maior de uma das partes, e a contribuição financeira também, porém o casamento é do CASAL e os dois tem que ceder. Sentem com calma, cada um com os seus pais, e discutam a lista. Façam os cortes e cheguem a um número coerente com o orçamento de vocês. Ter uma lista muito maior do que o planejando nunca é uma boa opção, pois isso trará insegurança e dores de cabeça até o dia do casamento. Acredite!

É importante ressaltar que ambos devem ceder, mas um sempre cede mais do que outro. Em alguns momentos, pode dar uma  raivinha, mas é melhor assim do que abandonar o sonho, ou assumir uma lista maior do que pode pagar, e começar a sua vida a dois cheia de dívidas. Seja coerente e responsável neste momento. Deixe o ego de lado e seja feliz!

Capítulo 5 – Preparando a lista final

Passadas as tensões iniciais, vamos sair do esboço e preparar a sua lista final. É importante que desde a sua concepção a lista esteja bem completa, para facilitar todo o trabalho futuro que esteja relacionado à ela. Portanto, é importante que ao olhar para a sua lista de casamento você consiga visualizar o nome de todos convidados, de qual parte ele é (noiva, noivo ou pais), o contato (para confirmação), o endereço (caso necessite de entrega via correios),  e o nome que sairá no convite ( para envio ao calígrafo).

Dessa forma, você já terá tudo mapeado na hora que precisar enviar a lista para o cerimonial, calígrafo, planejar chá de panela, saber o número exato de convites que devem ser feitos, quantos convites individuais irá em cada um dos convites, a necessidade de envio pelo correio, entre outras coisinhas que surgem ao longo da jornada!

Parece difícil?! Então lá vai o nosso presentinho! O BVN preparou uma lista de convidados completinha, que vai te ajudar MUITO a reunir todas estas informações! Além disso, a planilha já faz todas as continhas necessárias automaticamente. É só entrar com os dados! Clique abaixo e faça o download.

Capítulo 6 –  Os últimos ajustes

Antes de seguir com o resto dos preparativos, chegue a um valor final da sua listinha BVN. Façam os últimos cortes, de cabeça fresca e sigam o planejamento! Li uma frase muito interessante esta semana em um blog de casamento: “Convide para o seu casamento aquelas pessoas que iriam mesmo se não houvesse festa”. Acho que é isso que temos que ter em mente SEMPRE, até porque, as pessoas sabem o quanto é custoso fazer uma festa de casamento, e quem ficar de fora certamente vai entender. Se não entenderem repense a sua relação com esta pessoa imediatamente!

Fonte: BlogVestido de Noiva

 

Related Posts

Leave a Comment!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *