Um casal está vivendo toda a tensão e expectativa dos últimos preparativos para o grande dia quando o WhatsApp apita. Na tela do aplicativo, a fatídica mensagem: “Posso levar tal pessoa no seu casamento?” Se você já foi o autor ou autora de um comunicado desse tipo, registre um ponto no seu caderninho de gafes. Importante: ser da família ou do círculo íntimo de amizade de um deles não alivia o seu deslize.

Para você não fazer feio no papel de convidado, listamos seis tipos de gafes que devem ser evitadas a todo custo – algumas podem queimar seu filme com os noivos e os conhecidos deles para sempre.

1 Não confirmar presença
Na opinião da party planner Mari Dedivitis, não confirmar presença quando o convite dos noivos menciona o RSVP é uma gafe. Ao ignorar essa sinalização prévia, os convidados atrapalham fornecedores de casamento ligados ao espaço do evento, à decoração, ao bufê, aos doces e outros. Eles dependem dessas respostas para estimar um serviço adequado ao tamanho da festa.
2 Incluir convidados extras no casamento
Para a produtora de eventos Ana Júlia Figueiredo, uma das maiores gafes nessa área diz respeito aos convidados que não sabem ler convite. “O termo Sr. e Sra. não significa que os noivos convidaram os filhos deles.” De acordo com Ana Júlia, se a empresa de RSVP for informada sobre essa leitura equivocada dos convidados, ela deve comunicar a eles o limite estipulado pelos noivos. “Caso os convidados extras apareçam na hora da festa, não é elegante barrá-los. Melhor deixá-los entrar”, sugere a produtora.
Segundo Mari, a regra é clara: convidado não convida. Se você ficar na dúvida, ligue para a assessoria do evento. Mas nunca, nunca mesmo, telefone ou envie mensagem para os noivos. Isso irá colocá-los na maior saia justa. Olhando pelo lado deles, aliás, Mari indica duas saídas honrosas nesse contexto. A primeira é justificar a lista restrita com o argumento de uma celebração mais íntima (adequada para festas de até 200 convidados). Nas comemorações maiores, vá ao outro extremo e diga que, por causa de um rol inicial enorme de convidados, foi necessário restringir convites extras para não atrapalhar o conforto geral das pessoas confirmadas.
3 Beber demais
Quem nunca viu um convidado beber demais e dar vexame na festa? Para Mari, o casamento pode ser definido como um evento social em que todos são familiares ou amigos dos noivos. Justamente por isso, qualquer participante deve levar em consideração o desejo dos noivos de oferecer um momento perfeito aos presentes. “A função do convidado é evitar excessos, seja na bebida ou nas atitudes”, explica a profissional. Para ela, a assessoria dos noivos, auxiliada por um familiar ligado ao casal, deve cuidar das situações mais complicadas ao longo da festa.
4 Querer bancar o fotógrafo

Em tempo de redes sociais, todo mundo quer fazer seu clique da noiva entrando, do beijo do casal, do corte do bolo e de outros momentos lindos do casamento. Mas alguns esquecem que os noivos contrataram profissionais para cuidar disso. O resultado: num mar de câmeras e celulares, os fotógrafos de ocasião atrapalham registros importantes dos verdadeiros especialistas da área.

5 Levar comida para casa
Sabemos que é tentador encher o bolso de lembrancinhas ou de docinhos deliciosos. Mas, na maioria das vezes, esses itens foram bem contados para atender, sem exagero, todos os convidados. Pense que levar algo a mais pode deixar outra pessoa de mãos vazias.

6 Ficar com a decoração no fim da festa
As flores e os arranjos são lindos, a gente sabe, mas nem sempre eles estão disponíveis para saírem com os convidados. Em alguns casos, a prática deselegante pode até resultar em prejuízo para os noivos.
Fonte: I casei

Related Posts

Leave a Comment!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *